Agentes e linhas de fomento para empresas: o que são e como funcionam?

Agentes e linhas de fomento para empresas: o que são e como funcionam?

A obtenção de recursos é especialmente importante para o desenvolvimento e a consolidação de negócios de diversos portes e segmentos. Como forma de estimular os empreendimentos, existem as linhas de fomento para empresas.

Com objetivos e critérios distintos, há múltiplas alternativas disponíveis no mercado. Porém, além delas, existem outras possibilidades para obter montantes financeiros que ajudam a manter ou impulsionar as atividades do negócio.

Na sequência, descubra mais sobre os agentes e as linhas de fomento e veja quais são outras possibilidades do mercado financeiro para captação de recursos pelas empresas!

O que são agentes de fomento para empresas?

O significado de fomento está relacionado ao apoio para a consolidação do desempenho e conquista de resultados por parte dos negócios. Por isso, pode ser conhecido como fomento comercial ou mercantil e costuma ser realizado por parte de companhias especializadas.

Os agentes de fomento, portanto, são as instituições que oferecem operações financeiras que apoiam pequenas, médias e grandes empresas e projetos que atendem a critérios específicos.

O que são as linhas de fomento?

O conceito do fomento de empresas está diretamente ligado às linhas voltadas para esse fim. Elas correspondem a programas de concessão de crédito mediante o atendimento de condições específicas. Com isso, servem para oferecer recursos a negócios, como na forma de capital de giro.

O objetivo das linhas de fomento é ajudar os empreendimentos a se desenvolverem ou se manterem no mercado. Como fornecem recursos que podem financiar as operações e garantir o cumprimento de obrigações, elas atuam no estímulo ao desenvolvimento econômico.

Quais são os principais agentes de fomento para empresas?

Você já entendeu o que são agentes de fomento e o que são e para que servem as linhas de fomento. Assim, se torna mais fácil compreender a dinâmica dos principais agentes de fomento existentes.

No mercado brasileiro, existem diferentes linhas e agentes de fomento para empresas. Cada opção tem características e critérios específicos, os quais devem ser conhecidos para viabilizar o aproveitamento das oportunidades.

Nesse contexto, veja quais são os principais agentes de fomento e entenda como atuam no mercado!

IFC

A Corporação Financeira Internacional (IFC) faz parte do Banco Mundial e tem foco no crescimento econômico. Seu estímulo é voltado ao setor privado de países em desenvolvimento, apoiando o fortalecimento das instituições.

Isso ocorre, por exemplo, por meio de linhas de crédito e empréstimos específicos. Também é possível conquistar esse objetivo com a mobilização de capital dos investidores, em busca de soluções que atuem como apoio nos mercados.

BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) atua no fomento de empresas da América Latina. Ele tem como finalidade diminuir as desigualdades existentes e aumentar a integração junto ao desenvolvimento sustentável.

Há diversos modelos de fomento, como programas de capacitação e de apoio a pequenos negócios, desenvolvimento industrial e medidas de inclusão econômica.

BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é um dos principais agentes públicos de fomento para empresas brasileiras. Existem diferentes opções, como financiamentos, empréstimos com taxas diferenciadas, cartão BNDES e outras alternativas.

Nesse caso, os recursos são utilizados tanto para o desenvolvimento dos negócios como para o apoio em períodos de crise, por exemplo.

ECA

A Export Credit Agency (ECA) é uma agência de fomento de empresas que atuam com exportação de produtos. Na verdade, existem diferentes tipos de ECAs, dependendo dos países onde operam.

A finalidade da agência é definir medidas unificadas para a concessão de crédito a ser utilizado em operações relacionadas à exportação. Com isso, os negócios que atuam dessa forma podem realizar suas negociações com todo o apoio necessário.

Quais são as outras opções para empresas que desejam captar recursos?

Embora as linhas de fomento ofereçam alternativas para a obtenção de recursos financeiros, elas não são as únicas possibilidades. Também existem outros meios de fazer a captação financeira para as empresas.

A seguir, descubra quais podem ser caminhos para o negócio que deseja obter recursos!

Crédito bancário

Uma das formas mais divulgadas para obter recursos é o crédito bancário. Nesse sentido, é possível solicitar um empréstimo ou um financiamento a uma instituição financeira, que concede os valores mediante o pagamento de juros.

Esse tipo de crédito tende a ter critérios menos rígidos que certas linhas de fomento — que podem ser direcionadas a um setor específico, por exemplo. Contudo, os custos também podem ser mais elevados.

Listagem na bolsa

Outro caminho envolve participar do mercado de capitais. Aqui, uma das soluções é a listagem na bolsa de valores. Essa etapa funciona pela oferta pública inicial (IPO), que consiste na abertura de capital da companhia.

Assim, a empresa condiciona a participação do investidor no capital social à compra de ações. As negociações acontecem no mercado acionário, após o cumprimento de etapas para a abertura de capital.

Vale destacar que uma das vantagens da listagem na bolsa é a chance de utilizar os recursos com maior liberdade. Desse modo, é possível atender às necessidades específicas de cada situação.

Emissão de títulos de dívidas

O mercado financeiro também envolve a emissão de títulos de dívidas. Esses são valores mobiliários que servem para que as empresas captem recursos. Em troca, elas pagam uma rentabilidade aos investidores que aportam o dinheiro nas aplicações.

Entre as opções disponíveis no mercado estão o certificado de recebíveis imobiliários (CRI) e o certificado de recebíveis do agronegócio (CRA), por exemplo. Também há as debêntures — sendo que todas essas alternativas fazem parte da renda fixa.

Participação de fundos de private equity

Ainda, existe a possibilidade de buscar investimentos de fundos de private equity. Nessa situação, a ideia é que a gestão do veículo financeiro adquira parte da empresa. Depois, os recursos recebidos podem ser usados para o desenvolvimento do negócio, além de haver apoio do fundo na gestão.

Ao final do período previsto, o fundo de private equity realiza a saída do investimento, vendendo a participação na empresa.

Qual é a importância de entender o tema?

Compreender o funcionamento das linhas de fomento a empresas e as alternativas a elas é essencial no mundo corporativo. Empreendedores e gestores financeiros, em especial, precisam conhecer o assunto para buscar os melhores meios de impulsionar os negócios.

Dependendo da escolha, é possível ampliar a capacidade de captação de recursos, diminuir o endividamento relativo e melhorar o posicionamento do empreendimento no mercado. Porém, é indispensável entender as particularidades de cada caminho para fazer a escolha mais adequada.

Como você viu, agentes e linhas de fomento para empresas buscam apoiar os negócios por meio da oferta de recursos. Contudo, a captação de dinheiro também pode acontecer por meio de outras soluções, como as alternativas disponíveis no mercado de capitais.

Este artigo foi útil para você? Se quiser conhecer melhor as possibilidades para obter recursos para o negócio, fale conosco da Laqus!

Acompanhe:

Endereço: Av. Pedroso de Morais, 433 - 9º andar - São Paulo - SP - E-mail: contato@laqus.com.br

O seu endereço de e-mail será usado com a finalidade de uma oportunidade, notícia sobre nosso ecossistema
e contato da Laqus. encarregado pela LGPD para: Laqus Ltda - Andréa Vilalba - Telefone: (11) 3522-4022